3 de set de 2007

A elite brasileira?

O livro do Alberto Carlos, aquele sobre como pensam os brasileiros, é comumente colocado como uma prova da superioridade intelectual da elite brasileira. Escolarizados, cultos, liberais, o pacote completo. O Grama já escreveu sobre isso (clique aqui para ler), eu escrevi (clique aqui e aqui), o Mino Carta escreveu (o blog dele não abriu. Fica sem link mesmo), a Veja, todo mundo escreveu. É o assunto do momento, um dos pelo menos... Esse vídeo do Greenpeace é uma prova cabal de que a elite não é essa coisa sueca que existe no Brasil, mas sim um grupo de pessoas que detém poder sobre o resto. Só isso.

Nesse pequeno documentário de pouco mais de 11 minutos vemos como o poder legislativo e executivo da cidade de Junaí, no interior do Mato Grosso, impedem uma equipe do Greenpeace e de jornalistas de entrarem na área dos Enawene Nawe, grupo indígina que pede a redemarcação de suas terras. Segundo eles, um rio, essêncial para sua subsistência, está fora da demarcação anterior e trechos de terra foram invadidos por fazendeiros.

Por uma dessas coincidências todos os políticos e fazendeiros nas imagens abaixos são de partidos políticos de direita, mas, reafirmo, é só coincidência.

Segundo o blog do Josias, onde eu descobri o vídeo, o ocorrido foi informado ao governador do estado, Blairo Maggi, presidente do PR, mesmo partido do prefeito de Junaí, e ao procurador da República Mário Lúcio Avelar. Veremos se algúem faz alguma coisa...

Douglas

Nenhum comentário: